Migrantólogos

Los que estudiamos la migración

História: Questões & Debates

 

 

A revista História: Questões & Debates é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) e da Associação Paranaense de História (APAH).

Chamada para publicação - Dossiê: Direitos Humanos e Políticas de Memória - Prazo de submissão 30/08/2019.

Orgs:: Silvina Jensen (UNS7CONICET), Ângelo Priori (UEM). Marcos Gonçalves (UFPR)

 

 

O Dossiê tem como proposta reunir pesquisadores e pesquisadoras cujo campo de investigação temática explore a relação plural e conflitiva entre os direitos humanos, as ditaduras, as políticas de memória, assim como seu imediato contratermo: as estratégias de esquecimento.

O objetivo é colocar em relevo o fato de que nos sistemas e discursos autoritários, mais do que apagar os vestígios dos crimes cometidos pelo Estado, tais como as torturas, os desaparecimentos, o extermínio de grupos de oposição e o uso arbitrário do poder, importa apagar também sua memória e apoiar processos de transição nos quais as reconciliações são efetivadas sem o reconhecimento das violações e mediante uma contrapartida que torna ineficaz e incompleta a realização da justiça.

Nessa perspectiva, e por um efeito de naturalização, as memórias dos “vencidos” se transformam em memórias que restam subterrâneas, inclusive, para as próprias vítimas, que as sublimam em nome de sua sobrevivência ou por medo de retaliação. Da parte dos perpetradores, a obediência às autoridades e as auto anistias são um lenitivo para suas próprias memórias, em nome do que esforçam-se, não raras vezes, para consolidar qualquer prática que induza ao esquecimento.

Estas ações e omissões têm efeitos práticos substantivos: obliteram o direito à reparação, favorecem a impunidade uma vez que reeditam práticas violentas como a tortura, causam indiferença e enfraquecem a consciência histórica.

O Dossiê almeja reunir trabalhos que toquem preferencialmente nas questões de construção da invisibilidade e da vulnerabilidade dos segmentos sociais atingidos pelas práticas repressivas estatais e extra-estatais, podendo ser lembrados, dentre outros, os grupos indígenas, os migrantes e as mulheres. Igualmente, o Dossiê pretende favorecer e abrigar a recepção de pesquisas que valorizam o debate sobre as demandas em defesa dos direitos humanos e o correspondente potencial analítico desse conceito, e, sobretudo, enfocam a abordagem relacional entre história e memória.

 

Más información...